Seminário – “Genet e a prisão: o prisioneiro, o autor, o ativista”- 09/09

Depois de uma trégua de verão esperada por todos, a Cátedra franco-brasileira retoma as suas atividades a partir de quinta-feira, 9 de setembro, com um seminário intitulado: “Genet e a prisão: o prisioneiro, o autor, o ativista”. A língua escolhida para esta sessão é o Português e ela reunirá Alexandre Bebiano de Almeida e Adrián Pablo Fanjul, ambos da Universidade de São Paulo (USP), Glória Alhinho da Georgetown University (Washington DC) e Samuel Tracol da Sorbonne-Université (Paris). A mediação ficará a cargo do colega Dirceu Franco Ferreira (USP, CoPALC).

O objetivo da sessão é explorar as múltiplas vidas de Jean Genet de uma dupla perspectiva, carcerária e latino-americana. O encontro acontecerá na forma de um diálogo entre os quatro palestrantes, cruzando seus respectivos estudos sobre a obra de Genet, tanto quanto sobre sua biografia e seu papel como ativista no final de sua vida. Todas as apresentações retomarão em particular o eco encontrado pela obra de Genet no campo literário e político tendo o continente latino-americano como porta de entrada. Nesse sentido, serão evocadas as experiências dos condenados guianenses, com os quais Genet conviveu, e, nos anos 1980, a oposição à ditadura na Argentina, por meio de uma leitura dramática de uma de suas obras.
Esperamos muitos de vocês às 13h NYC, 14h Brasília e 19h Paris para o início desta reta final do programa da Cátedra.


Laisser un commentaire

Votre adresse e-mail ne sera pas publiée. Les champs obligatoires sont indiqués avec *

Ce site utilise Akismet pour réduire les indésirables. En savoir plus sur comment les données de vos commentaires sont utilisées.